Como emitir uma nota de venda interestadual? – Autocom3

Precisa de ajuda?

Encontre aqui as informações que você precisa:

Como emitir uma nota de venda interestadual?

A emissão de uma nota de venda interestadual é muito semelhante à emissão de uma nota estadual, na parte da operação, com exceção que ao invés de usar o CFOP 5102, usará o CFOP 6102.

Selecione o tipo 6102 para venda interestadual.

Contudo, antes de emitir a nota é importante que a tributação para o estado de destino tenha sido preenchida corretamente.

Primeiramente, acesse a “parametrização de tributação de icms estadual e interestadual”.

Pode ser feito pelo menu Tabelas/fiscais/Parametrização de tributação de icms estadual e interestadual.

Ou digite “ICMS” na busca e clique diretamente na opção:

Segue um exemplo da forma correta de cadastrar as tributações, considerando estado de origem “RJ” e estado de destino “SP”, usando a aliquota geral do estado de são paulo de 18% e FECOEP 2%.

Lembremos que todos os estados brasileiros possuem sua alíquota padrão e também alíquotas especificas para determinados produtos.
Busque sempre orientação do setor fiscal de sua contabilidade.

Mas vamos lá, seguindo com nosso exemplo vamos configurar esse cenário:

Empresa regime normal (lucro real ou lucro presumido)
Estado de origem RJ, CST de icms 000, tributado em 18% + Fecp 2%
Estado de destino SP, CST de icms 000, tributado em 18% + Fecp 2% para vendas à consumidor final, 12% para produtos originados dos estados do sul e sudeste, exceto ES, 12% para produto nacional e 4% para produto importado.

Primeira etapa:

Vamos cadastrar a TRIBUTAÇÃO NO ESTADO DE ORIGEM.
Somente os campos marcados em vermelho precisam ser preenchidos.

Após salvar a tributação do estado de origem, clique para abrir o cadastro da tributação do estado de destino.

Segunda etapa:

Agora, vamos à TRIBUTAÇÃO PARA O ESTADO DE DESTINO.
Preencha somente os quadros em vermelho.

Com essa configuração você já poderá emitir notas para o estado de São Paulo de qualquer produto que use o CST 000 e alíquota padrão. Essa venda poderá ser feita tanto para NÃO CONTRIBUINTES ou CONTRIBUINTES no estado de SP. Para as demais tributações, repita o processo, preenchendo corretamente os percentuais e regras.

Veja como ficou o XML dessa nota fiscal, considerando um produto no valor de R$ 100,00 e venda para CONSUMIDOR FINAL em São Paulo.

Essa parametrização fiscal deverá ser realizada com o auxilio do setor fiscal da sua contabilidade considerando seu regime tributário, as tributações da sua empresa, tipos de produtos vendidos e em quais estados deseja operar.

Artigos relacionados